A importância da brigada de incêndio em condomínios

Incêndios normalmente não estão entre uma das grandes preocupações da rotina dos moradores das cidades, mas deveriam estar! Todo tipo de condomínio precisa requerer e renovar a cada dois ou três anos o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Na verdade a maioria não tem essa informação e, quando acontece uma emergência, são poucos os que estão aptos a resolver a questão.

Assim, as brigadas de incêndio se tornam fundamentais para o treinamento de pessoas: condôminos, moradores e funcionários. Quando bem treinadas, essas brigadas realizam os primeiros socorros, enquanto os bombeiros estão a caminho.

E quais são as principais fontes de fogo?

O gás e a energia elétrica são as principais causas de incêndios em condomínios. Dicas como não deixar capachos, bicicletas, entre outros


nos acessos de escadas e onde se encontram portas e saídas de emergências, auxiliam na hora de evitar o pior. Além de não colocar vários aparelhos elétricos em uma só tomada, fazer manutenção de fios elétricos em mal estado e com emendas, e ter cuidados especiais com fogões.

Além desses cuidados, outro item que merece atenção é o para-raio. No Brasil, são registrados 50 milhões de raios por ano e, nos condomínios, o sistema deve ser vistoriado a cada seis meses para manter a documentação em dia e evitar danos a parte elétrica do prédio.

Assim, é preciso que as pessoas saibam quais os equipamentos que ajudam a extinguir o fogo ou evitar o pior, enquanto aguardam a chegada dos bombeiros. Em nossos cursos presenciais ou online você pode conhecer cada um deles, entender suas finalidades e como manuseá-los. Converse conosco e saiba mais!


69 visualizações
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

ASSERGS – Assessoria em Engenharia do Rio Grande do Sul

Rua Presidente Lucena, 1286 - São Leopoldo - RS

contato@assergs.com.br | (51) 3091-3690