Maior raio do mundo é registrado no Rio Grande do Sul

Imagens de satélite revelam um raio de 709 quilômetros que atingiu o Rio Grande do Sul em 31 de outubro de 2018 e foi reconhecido nesta quinta-feira, dia 25, pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) como o mais extenso do mundo. Ele ultrapassou o recorde anterior, registrado em Oklahoma, nos Estados Unidos, com 321 quilômetros.

O fenômeno equivale à distância em linha reta de Fortaleza (CE) a Teresina (PI), ou entre Goiânia (GO) e Campo Grande (MS).


De acordo com especialistas, isso fornecerá informações valiosas para o estabelecimento de limites à escalas de raios, para questões de engenharia, segurança, entre outros.


A OMM ainda salientou sobre os perigos do raio e das fatalidades que ocorrem todos os anos. O conselho é seguir a regra 30 a 30: se o tempo entre o raio e o trovão for menor que 30 segundos, permaneça dentro de algum local seguro e aguarde 30 minutos após o último clarão observado, para retomar as atividades ao ar livre. E não esqueça de realizar a manutenção do para-raios, que deve passar por uma vistoria visual a cada seis meses e vistoria completa a cada três anos. Mantenha seu condomínio protegido durante os períodos de chuva!



0 visualização
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

ASSERGS – Assessoria em Engenharia do Rio Grande do Sul

Rua Presidente Lucena, 1286 - São Leopoldo - RS

contato@assergs.com.br | (51) 3091-3690